10/10/2018 - Empresários criam escola de gestão de bares e restaurantes em SP


Meta da Escola de Bares e Restaurantes é ofertar cursos de empreendedorismo para capacitar os empresários do setor AFL com foco no conhecimento prático

alt

O mercado pode comemorar o surgimento de uma “unidade de difusão de conhecimento” no setor de alimentação fora do lar, como a chamam os fundadores. Um grupo de empresários, consultores, palestrantes e líderes ligados a Abrasel criou, em São Paulo, a Escola de Bares e Restaurantes (Esbre).  Qual o diferencial dessa escola em relação às dezenas de outros cursos existentes pelo país? O primeiro deles é o foco no conhecimento prático, na experiência, na vivência de seus professores e no sucesso já obtido pelos mesmos no mercado ao longo dos anos nas suas respectivas áreas.

Uma das estratégias é ter em sua equipe profissionais que tenham experiência prática no mercado e didática. Percival Maricato, presidente da Abrasel em São Paulo e um dos responsáveis pela iniciativa, reconhece que tem muita gente bem-sucedida pelo trabalho, pelo talento ou por ambos, mas poucos sabem transmitir conhecimento. “Há até os que sabem, mas não querem divulgar e então passam o tempo contando histórias interessantes e agradáveis, mas nem sempre didáticas”, diz Percival, que também é advogado.

“Deus, ao mar, o perigo e o abismo  deu, mas nele é que espelhou o céu”

Maricato cita outro diferencial inspirado no trecho acima, escrito por Fernando Pessoa, seu poeta preferido. No mercado da alimentação fora do lar “sempre existe o risco – a mortalidade empresarial e suas consequências funestas, ao lado do glamour da gastronomia, de ser proprietário de um negócio bem-sucedido”.

Para ele, a Esbre, ao contrário do que fazem muitos, que só dizem das maravilhas de ser empresário, fala também dos muitos que não deram certo. Maricato diz que usa como roteiro o livro de sua autoria, considerado um best seller do setor: Como Montar e Administrar Bares e Restaurantes, em que destaca dificuldades que são encontradas pelo caminho e, então, ensina como superá-las.

Maricato enfatiza que os cursos ofertados pela Esbre partem da realidade do aluno e dão uma imensidade de informações e sutilezas, que apenas os anos de experiência podem oferecer. “Claro que nem assim esgotamos tudo”, diz, “mas ensinamos a pensar, desenvolver habilidades, que são úteis em qualquer tipo de situação. São imprescindíveis em um mercado de extrema concorrência e constantes transformações”. Da mesma forma e pelos mesmos motivos, a escola não se dá ênfase à gastronomia. “O ensino de gastronomia está muito bem estabelecido, há escolas e professores excelentes, o país tem chefs talentosos se dedicando ao ensino, a mídia canta em prosa e verso nossa cozinha”, diz o consultor Marco Amatti, da Mapa Consultoria. “Nosso papel é desenvolver conhecimentos que permitam colocar em pé o empreendimento e mantê-lo lucrativo, ou até ajudar a salvar o que é deficitário”, conclui.


Abrasel cumpre sua meta: difundir o conhecimento

“A intensa mortalidade empresarial é um desastre nacional”, afirma Leandro Meloni, da Bares SP, que há mais de uma década acompanha o mercado de bares e restaurantes. “Infelizmente a mídia só divulga os que dão certo, mas é fundamental falar também dos que fecharam as portas, quebraram – a imensa maioria, se considerarmos um período de dez anos”.

“Some ainda o estrago que faz no mercado o empreendedor despreparado”, continua Meloni. “No abrir um negócio, um copia a ideia de um outro, há o que convida trabalhadores oferecendo remuneração mais elevada, um terceiro abre com preços abaixo do custo para conquistar cliente, e depois de causar prejuízo para muitos, fecham as portas, não poucas vezes sem pagar os colaboradores e fornecedores, elevando com o estrago um preço que todo o mercado tem que pagar. Eis aí o que levou a Abrasel a pensar e abrir a escola: divulgar conhecimentos realistas e não fantasias”, resume.  Aliás, Roberto Machado, representante da diretoria nacional da Abrasel no conselho que administra a escola, faz questão de dizer que ela não tem finalidade de lucro: toda receita, sem exceção, será dedicada a aperfeiçoar e expandir a difusão de conhecimento no setor.

Preocupação é ensinar gestores

Bares e restaurantes fazem parte de um mercado onde há extrema concorrência, inovações e tendências se manifestando diariamente. A Esbre serve como bússola para quem já está no setor, com a meta de enriquecer conhecimentos, encontrando soluções e melhorando o negócio. Percival Maricato aponta que, para quem quer começar, há matérias introdutórias, sobre pesquisa de mercado, ponto comercial, contrato de locação, capital necessário, vantagens e desvantagens de se fazer sociedade, montagem do negócio, contratação e treinamento de pessoal, entre outras questões.

A área jurídica, outro ponto forte do curso, tem a participação do advogado Fábio Zinger Gonzalez, com 30 anos de atividade no setor trabalhista, além de profissionais do Maricato Advogados, que contam com larga experiência nas áreas societária, tributária, civil, consumidor, franquias, comercial e administrativa. Os cursos ofertados pela Esbre são presenciais, ministrados no mesmo casarão que abriga a sede da Abrasel no estado, no bairro Pacaembu. Um deles, o básico, tem duração de cinco dias (17h30 no total). Nele, temas como empreendedorismo, mercado, sociedade, montagem do estabelecimento, gestão, administração financeira, tributária e contábil, RH, marketing (tradicional e digital) são abordados pelos consultores. No aspecto operacional, a escola trabalha com um conceito desenvolvido por Maricato, a fórmula CAPAS (cozinha, atendimento, produto, ambientação e serviços), que resume de forma prática todo o conhecimento necessário para gerir um estabelecimento. Os associados Abrasel têm desconto de 20% nas inscrições e há cursos oferecidos mensalmente pela escola.

Serviço:
esbre.com.br
Rua Itápolis, 1468 – Pacaembu, São Paulo

Acompanhe a Abrasel também nas mídias sociais:

alt alt alt